Câmara nos bairros

PUBLICIDADE

Mulher é presa por exercer indevidamente a profissão de Biomédica e causar lesões em pacientes no Pará

Biomédica


Na manhã desta quinta-feira (28), uma mulher de 30 anos foi presa em Belém por suspeita de exercer fraudulentamente a profissão de Biomédica e por causar lesões corporais. A investigação revelou que a suspeita realizava procedimentos estéticos utilizando material cortante com bisturi no rosto de pacientes, resultando em deformidades em pelo menos 12 pessoas que a denunciaram.

A ação policial foi conduzida pela Delegacia do Consumidor (DECON) da Polícia Civil. A investigada, que é estudante de biomedicina nos primeiros semestres, se passava por profissional qualificada para realizar procedimentos estéticos. Durante a prisão em flagrante realizada em um consultório odontológico, foram identificadas diversas irregularidades, bem como a presença de produtos de ácido hialurônico, possivelmente falsificados e desprovidos das etiquetas de regulamentação da Anvisa e outros órgãos de fiscalização.

O delegado responsável informou que mais pacientes e funcionários da clínica serão ouvidos antes da conclusão do inquérito. A mulher pagou fiança e responderá pelo crime em liberdade, aguardando o desenrolar das investigações.

Gostaria de saber outros assuntos? Conheça a plataforma https://portalparauapebas.com/, através dela você pode acessar conteúdos interessantes e informativos! Não deixe ainda de conferir outras notícias de Parauapebas e região.

Compartilhar essa matéria

Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

PUBLICIDADE

Js Rastreamento
Essence Estética
Js Rastreamento
Bioquality

PUBLICIDADE