Câmara nos bairros

PUBLICIDADE

Após 17 dias corpos de funcionários de concessionária de energia elétrica são encontrados

Chegou ao fim os dias de angústia e desespero dos familiares e amigos de Gutemar Pereira e Jaime Moura, funcionários da empresa Dinamo que presta serviços para a concessionária de energia elétrica Equatorial.

Os corpos dos eletricistas foram encontrados após 17 dias desaparecidos em uma área de fazenda, onde os dois teriam ido para realizar o serviço de manutenção na rede elétrica. O cadáver dos funcionários foram encontrados em uma fazenda em Rio Maria nesta sexta-feira (29), os trabalhadores estavam desaparecidos deste o último dia 13 de abril.

Os eletricistas residiam na cidade de Redenção e atuavam na fiscalização de desvio de energia elétrica. Desde o desaparecimento de Gutemar e Jaime órgãos de segurança pública do estado formaram uma força tarefa em busca de localizar dos dois.

Após 17 dias de busca homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar e a gentes da Delegacia de Homicídios de Belém realizaram buscas na área da fazenda. Sendo encontrados os corpos na manhã desta sexta-feira (29), o cadáver dos funcionários estavam em uma cova rasa e foi localizado pela equipe de segurança pública.

De acordo com a Polícia Civil o responsável pela fazenda deve ser ouvido para apuração dos fatos e assim dá resposta a sociedade sobre a morte dos funcionários e o que teria motivado o crime.

Em Parauapebas, funcionários da Equatorial Energia paralisaram as atividades em solidariedade aos dois trabalhadores da empresa que estão desaparecidos desde o dia 15/04, quando saíram da cidade de Rio Maria, com destino ao município de Bannach, para realizar serviços de manutenção na rede de energia em uma área rural.

Desde então Jaime Santos e Gutemar não foram mais vistos e nem deram notícias. Com cartazes e manifestações pelas ruas, os funcionários da concessionária de energia de Parauapebas pedem por justiça e agilidade nas investigações.

Desde o desaparecimento dos dois funcionários as forças de segurança realizaram buscas na área e chegaram a localizar o carro da empresa em uma estrada de acesso a BR 155, onde haviam pertences de Jaime e Gutemar, no veículo que estava com as portas abertas também havia marcas de tiros.

A justiça autorizou uma busca mais detalhada no interior da Fazenda Primavera, área em que foram localizados os vestígios dos funcionários. Na quinta feira(12), as buscas foram suspensas. O caso ainda é um mistério para as autoridades.

Gostaria de saber outros assuntos? Conheça a plataforma https://portalparauapebas.com/, através dela você pode acessar conteúdos interessantes e informativos! Não deixe ainda de conferir outras matérias!

[gutenberg_post_blocks id=”125″]

Compartilhar essa matéria

Facebook
Twitter
WhatsApp

Veja também

PUBLICIDADE

Js Rastreamento
Essence Estética
Js Rastreamento
Bioquality

PUBLICIDADE