Câmara nos bairros

PUBLICIDADE

Vereadores de Marabá acionam MP para fiscalizar postos de combustíveis com preços abusivos em Marabá

Vereadores de Marabá

Durante a sessão realizada nesta terça e quarta-feira, os vereadores de Marabá se reuniram para discutir a recente mudança na política de preços adotada pela Petrobras, que resultou na redução dos valores do diesel, gasolina e gás de cozinha na semana passada.

Além de debater o tema durante a sessão, cinco vereadores se dirigiram ao Ministério Público Estadual e protocolaram um documento direcionado à Promotoria do Consumidor. Ilker Moraes, Marcelo Alves, Ray Athie, Cabo Rodrigo e Frank do Jardim União estiveram juntos no MP e destacaram que a mesma solicitação foi feita ao Procon Municipal, buscando a fiscalização tanto no setor de combustíveis quanto na comercialização de carne.

Durante o uso da tribuna, o vereador Ilker Moraes ressaltou a importância de uma atuação efetiva do Procon para acompanhar de perto a porcentagem de redução nos estabelecimentos de Marabá, a fim de verificar se a diferença anunciada pelo governo está sendo repassada aos consumidores ou se os comerciantes já receberam o desconto concedido pela distribuidora. Moraes enfatizou a necessidade de pensar nas pessoas com menor poder aquisitivo, como os trabalhadores e a classe média, que dependem de transporte, assim como os caminhões responsáveis pelo transporte da produção nacional. Ele argumentou que os órgãos de controle e avaliação de preços devem garantir que não haja uma queda injusta no valor cobrado. O governo anunciou uma redução de aproximadamente 12% a 13% nos preços da gasolina e do diesel, o que corresponderia a cerca de 40 a 45 centavos por litro. No entanto, Moraes ressaltou que parece que essa porcentagem não está sendo aplicada em Marabá.

Marcelo Alves também discursou sobre o assunto, afirmando que tem acompanhado nas últimas semanas as mudanças nos preços dos combustíveis, uma vez que elas impactam significativamente o custo de vida da população, inclusive nos preços dos alimentos. Ele afirmou que, com essa mudança, a tendência é que o valor dos combustíveis diminua e se torne menos suscetível à variação cambial.

O vereador incentivou seus colegas a elaborar um documento solicitando ações de fiscalização nos postos de combustíveis por parte do Procon e do Ministério Público. Alves destacou que a redução dos preços em Marabá tem sido menor em comparação a outros municípios, mas ressaltou que o objetivo não é ser contra os empresários do setor, mas sim buscar preços justos. Ele mencionou o lançamento, pelo governo federal, de uma plataforma para denúncias e fiscalização dos preços dos combustíveis, e ressaltou a mobilização em todo o Brasil pelo Dia do Preço Justo. O vereador expressou seu apoio aos colegas que desejam participar da elaboração desse documento, com o intuito de permitir que o Procon e o Ministério Público fiscalizem a situação.

Portal Parauapebas/Câmara Municipal de Marabá

Compartilhar essa matéria

Facebook
Twitter
WhatsApp

Veja também

PUBLICIDADE

Js Rastreamento
Essence Estética
Js Rastreamento
Bioquality

PUBLICIDADE