Câmara nos bairros

PUBLICIDADE

Idosa é abandonada em meio a fezes e urina no município de Marabá

Lojas Economia

Uma idosa de 72 anos, cadeirante, foi encontrada trancada em um quarto e usando uma frauda com fezes e urina nos fundos de uma residência em Marabá, no sudeste do estado.

Uma guarnição da Polícia Militar esteve no local após denúncia, ocorrida por volta de 20h50 desta terça-feira (5).

Os militares foram informados via Niop que na Travessa Quinze de Novembro, no Bairro Velha Marabá, teria uma idosa vítima de abandono de incapaz. Ao chegar ao local, as luzes estavam todas apagadas e a casa trancada com cadeado pelo lado de fora.
Os policiais chamaram e ninguém respondeu. Um vizinho informou que havia uma senhora dentro da residência e com isso, os militares entraram no imóvel.

No fundo da residência, os militares encontraram um quarto trancado com cadeado pelo lado de fora. A guarnição olhou pela brecha da porta e constatou que havia uma senhora lá dentro.
O cadeado do quarto foi quebrado e os militares encontraram Maria Raimunda da Conceição. “O local estava escuro, sem ventilação. A vítima é cadeirante, estava suja com uma fralda geriátrica, em meio a suas fezes e urina. Ela estava bastante debilitada e não conseguia falar”, informou o superintendente de Polícia Civil, delegado Vinícius Cardoso.

Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi acionada e Raimunda foi levada ao Hospital Municipal. A guarnição foi informada que a residência é de uma mulher, que trouxe Maria Raimunda do estado do Maranhão para receber o benefício dela.

Segundo a polícia, a mulher não é parente de Maria Raimunda. No local foram encontradas várias caixas de sapatos e uma nota fiscal no valor de R$ 340,70
O cadeado do quarto foi quebrado e os militares encontraram Maria Raimunda da Conceição. “O local estava escuro, sem ventilação. A vítima é cadeirante, estava suja com uma fralda geriátrica, em meio a suas fezes e urina. Ela estava bastante debilitada e não conseguia falar”, informou o superintendente de Polícia Civil, delegado Vinícius Cardoso.

Uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi acionada e Raimunda foi levada ao Hospital Municipal. A guarnição foi informada que a residência é de uma mulher, que trouxe Maria Raimunda do estado do Maranhão para receber o benefício dela.

Segundo a polícia, a mulher não é parente de Maria Raimunda. No local foram encontradas várias caixas de sapatos e uma nota fiscal no valor de R$ 340,70. (Fonte Dol)

[gutenberg_post_blocks id=”125″]

Compartilhar essa matéria

Facebook
Twitter
WhatsApp

Veja também

PUBLICIDADE

Js Rastreamento
Essence Estética
Js Rastreamento
Bioquality

PUBLICIDADE